Introdução ao Infravermelho
O infravermelho, também conhecido como infrared ou IR, é a radiação eletromagnética com comprimentos de onda maiores do que os da luz visível, portanto é invisível ao olho humano. O comprimento de onda mais comum quando se fala de IR em aparelhos comerciais é algo em torno de 950 nm. Essa radiação foi descoberta em 1800 pelo astrônomo Sir William Herschel, porém demorou bastante tempo para que ela fosse usada como meio de comunicação bidirecional pelos seres humanos, sendo um exemplo muito comum os controles remotos de televisão. Em aparelhos eletrônicos, a transmissão de dados por meio do infravermelho se dá baseada na comunicação entre dois componentes: um transmissor, normalmente algo como um diodo (led), e um receptor, que tem o trabalho de fazer a demodulação dos dados.

Modulação

A modulação é a forma que o sinal é processado no receptor e consiste em atribuir um padrão de pulsações para os dados que estão sendo mandados pelo "piscar" do transmissor, funcionando como um protocolo. Um esquema de "piscagem" comum para aparelhos infravermelhos é a de 38kHz. Existem vários tipos diferentes de modulações que podem ser usadas para encodar os dados como a Mancheter Encoding, ou a Pulse-Lenght encoding. Mais informações acerca desses esquemas podem ser vistas no link (https://irq5.io/2012/07/27/infrared-remote-control-protocols-part-1/).
Last modified 2mo ago
Copy link
Contents
Modulação